Coordenador do projeto "Escolas Públicas: incentivos e desigualdades" no CEM. Possui mestrado em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (2005) e doutorado em Estudos Organizacionais pela Fundação Getulio Vargas - SP (2006).

Realizou um pós-doutorado no CEM-Cebrap em sociologia da cultura (2010), e em Columbia University em sociologia econômica (2011).

Atualmente é professor assistente tempo integral - Insper Instituto de Ensino e Pesquisa e pesquisador associado do CEM-Cebrap.

Tem pesquisado principalmente nos seguintes temas: teoria organizacional, institucionalismo sociológico, análise de redes sociais e campo organizacional.
 

Email: charlesk1@insper.edu.br  |  Currículo Lattes  |  Site pessoal 

 

 Produção mais recente (*) 

Capítulos de livros

MENEZES FILHO, Naercio; KIRSCHBAUM, Charles. Educação e desigualdade no Brasil. In: ARRETCHE, Marta (org.). Trajetórias das desigualdades: como o Brasil mudou nos últimos cinquenta anos. São Paulo: Ed. Unesp/CEM, 2015, p.109-132.

KIRSCHBAUM, Charles; ANDRADA, Ana Carolina. Redes sociais e expressões culturais na periferia:a extensão geográfica de rappers na cidade de São Paulo. In: MARQUES, Eduardo (org.). Redes Sociais no Brasil: sociabilidade, organizações civis e políticas públicas. Belo Horizonte: Fino Traço, 2012, p.143-169.

KIRSCHBAUM, Charles; VASCONCELOS-OLIVEIRA, Maria Carolina. Canadá, diretrizes de fomento à inovação. In: ARBIX,  Glauco; SALERNO,Mario Sergio; TOLEDO, Demétrio; MIRANDA, Zil; ALVAREZ, Roberto dos Reis (Org.). Inovação: estratégia de sete países. Brasília: Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial, 2010, v. XV, p. 210-245.


Artigos

 

KIRSCHBAUM, Charles. Shifts in control disciplines and rescaling as a response to network governance failure: the BCJ case, Brazil. Policy & Politics, V. 43, N.3, July/2015, p. 443-458. DOI: http://dx.doi.org/10.1332/030557315X14362557123183

KIRSCHBAUM, Charles. As redes intra-organizacionais são inclusivas? Utopia e testes. Revista Eletrônica Organizações e Sociedade, 2015, v. 22, n.74, p. 367-384.

KIRSCHBAUM, Charles. Categories and networks in jazzevolution: The overlap between bandleaders’ jazz sidemen from 1930 to 1969. Poetics, Junho/2015, p.1-25. 

KIRSCHBAUM, Charles; HOELZ, José Carlos. A confiança em situações ambivalentes e incongruentes: a utilização de vinhetas como método exploratório. RAM. Revista de Administração Mackenzie (Online), v. 15, N.3, p. 42-68, 2014.

KIRSCHBAUM, Charles; SAKAMOTO, Cristina; VASCONCELOS, Flávio C.  Conflito e improvisação por Design: a metáfora do Repente. Revista Organizações & Sociedade, V. 21, N. 68 (2014)

KIRSCHBAUM, Charles. Decisões entre pesquisas quali e quanti sob a perspectiva de mecanismos causais. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v.28, n.82, São Paulo, Junho/2013.

KIRSCHBAUM, Charles. Rappers em São Paulo: conexões, disconexões e transgressões. REDES- Revista hispana para el análisis de redes sociales. Monográfico Análise de redes sociais na lusofonia: grupo de trabalho de Análise de redes sociais do Congresso luso afro brasileiro, Salvador 2011, v.22,p.5-22.

KIRSCHBAUM, Charles. ; IWAI, Tatiana. Teoria dos Jogos e Micro-Sociologia: Avenidas de Colaboração. RAC. Revista de Administração Contemporânea, Curitiba, v. 15, n.1, p. 138-157, Jan-Fev/2011.

SACOMANO, Mario; TRUZZI, Oswaldo Mário Serra ; KIRSCHBAUM, C. Isomorfismo e Controle Institucional em uma Planta Modular da Indústria Automobilística. Revista Brasileira de Gestão de Negócios (São Paulo. Impresso) , v. 15, p. 524-544, 2014.


(*) Veja mais na área de Publicações deste site