Coordenador do projeto "Escolas Públicas: incentivos e desigualdades" no CEM. Possui mestrado em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (2005) e doutorado em Estudos Organizacionais pela Fundação Getulio Vargas - SP (2006).

Realizou um pós-doutorado no CEM-Cebrap em sociologia da cultura (2010), e em Columbia University em sociologia econômica (2011).

Atualmente é professor assistente tempo integral - Insper Instituto de Ensino e Pesquisa e pesquisador associado do CEM-Cebrap.

Tem pesquisado principalmente nos seguintes temas: teoria organizacional, institucionalismo sociológico, análise de redes sociais e campo organizacional.
 

Email: charlesk1@insper.edu.br  |  Currículo Lattes  |  Site pessoal 

 

 Produção mais recente (*) 

Capítulos de livros

MENEZES FILHO, Naercio; KIRSCHBAUM, Charles. Educação e desigualdade no Brasil. In: ARRETCHE, Marta (org.). Trajetórias das desigualdades: como o Brasil mudou nos últimos cinquenta anos. São Paulo: Ed. Unesp/CEM, 2015, p.109-132.

KIRSCHBAUM, Charles; ANDRADA, Ana Carolina. Redes sociais e expressões culturais na periferia:a extensão geográfica de rappers na cidade de São Paulo. In: MARQUES, Eduardo (org.). Redes Sociais no Brasil: sociabilidade, organizações civis e políticas públicas. Belo Horizonte: Fino Traço, 2012, p.143-169.

KIRSCHBAUM, Charles; VASCONCELOS-OLIVEIRA, Maria Carolina. Canadá, diretrizes de fomento à inovação. In: ARBIX,  Glauco; SALERNO,Mario Sergio; TOLEDO, Demétrio; MIRANDA, Zil; ALVAREZ, Roberto dos Reis (Org.). Inovação: estratégia de sete países. Brasília: Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial, 2010, v. XV, p. 210-245.


Artigos

 

KIRSCHBAUM, Charles. Shifts in control disciplines and rescaling as a response to network governance failure: the BCJ case, Brazil. Policy & Politics, V. 43, N.3, July/2015, p. 443-458. DOI: http://dx.doi.org/10.1332/030557315X14362557123183

KIRSCHBAUM, Charles. As redes intra-organizacionais são inclusivas? Utopia e testes. Revista Eletrônica Organizações e Sociedade, 2015, v. 22, n.74, p. 367-384.

KIRSCHBAUM, Charles. Categories and networks in jazzevolution: The overlap between bandleaders’ jazz sidemen from 1930 to 1969. Poetics, Junho/2015, p.1-25. 

KIRSCHBAUM, Charles; HOELZ, José Carlos. A confiança em situações ambivalentes e incongruentes: a utilização de vinhetas como método exploratório. RAM. Revista de Administração Mackenzie (Online), v. 15, N.3, p. 42-68, 2014.

KIRSCHBAUM, Charles; SAKAMOTO, Cristina; VASCONCELOS, Flávio C.  Conflito e improvisação por Design: a metáfora do Repente. Revista Organizações & Sociedade, V. 21, N. 68 (2014)

KIRSCHBAUM, Charles. Decisões entre pesquisas quali e quanti sob a perspectiva de mecanismos causais. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v.28, n.82, São Paulo, Junho/2013.

KIRSCHBAUM, Charles. Rappers em São Paulo: conexões, disconexões e transgressões. REDES- Revista hispana para el análisis de redes sociales. Monográfico Análise de redes sociais na lusofonia: grupo de trabalho de Análise de redes sociais do Congresso luso afro brasileiro, Salvador 2011, v.22,p.5-22.

KIRSCHBAUM, Charles. ; IWAI, Tatiana. Teoria dos Jogos e Micro-Sociologia: Avenidas de Colaboração. RAC. Revista de Administração Contemporânea, Curitiba, v. 15, n.1, p. 138-157, Jan-Fev/2011.

SACOMANO, Mario; TRUZZI, Oswaldo Mário Serra ; KIRSCHBAUM, C. Isomorfismo e Controle Institucional em uma Planta Modular da Indústria Automobilística. Revista Brasileira de Gestão de Negócios (São Paulo. Impresso) , v. 15, p. 524-544, 2014.


(*) Veja mais na área de Publicações deste site

Licença Creative Commons
Este site do Centro de Estudos da Metrópole está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://centrodametropole.org.br/