Renata Mirandola Bichir

 

 

 

Coordenadora no CEM do projeto "Para além da transferência de renda? Desafios da articulação intersetorial de políticas sociais".

É graduada em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (2002), mestre em Ciência Política também pela Universidade de São Paulo (2006) e doutora em Ciência Política pelo IESP-UERJ (2011). Entre 1999 e 2011, e novamente a partir de 2013 tem sido pesquisadora do CEM/Cebrap. Entre 2011 e 2013 foi Coordenadora Geral de Resultados e Impacto do Departamento de Avaliação da Secretaria de Avaliação e Gestão da Informação do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (SAGI/MDS). Entre janeiro de 2013 e janeiro de 2014 foi bolsista do IPEA, na DIEST (Diretoria de Estudos e Políticas do Estado), em um projeto sobre as capacidades estatais para a implementação de políticas sociais entre os países que compõem os BRICS. Desde agosto de 2013, é professora no curso de Gestão de Políticas Públicas da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) da USP. 

Tem experiência na área de Ciência Política, com ênfase em Políticas Públicas, atuando principalmente nos seguintes temas: políticas públicas, pobreza, segregação, políticas sociais, transferência de renda, mecanismos de coordenação federativa e análise de redes sociais.

Email:  renatabichir@gmail.com |  Currículo Lattes   |  Site pessoal

 

Gravação de Seminários, palestras

Gravação do Seminário que aconteceu no Centro Universitário Maria Antônia-USP. No dia 14 de março de 2016, às 19h, aconteceu no Centro Universitário Maria Antonia o debate "Pobreza urbana, segregação e heterogeneidades", parte da série Inquietudes Urbanas - A periferia no centro, com Eduardo Marques (CEM-DCP-USP), Gabriel de Santis Feltran (CEM/UFSCar) e Renata Bichir (CEM/EACH-USP). Nesta edição, a mesa discutiu as transformações pelas quais passaram as periferias metropolitanas brasileiras ao longo dos últimos trinta anos, permitindo o crescimento do acesso a serviços e políticas públicas e produzindo intensa atividade e ativismo cultural, pluralizando as possibilidades de ação e política que lhes eram próprias. Por outro lado, diversas formas de violência tomaram uma dimensão estruturante da vida social, e os antigos padrões de desigualdade se reconstruíram em torno de novas demandas, como por exemplo, por qualidade de serviços e equipamentos públicos. Foram abordados, nesse sentido, quais desafios se colocam para a ação pública nesses locais e para a conquista de direitos nas próximas décadas.

 

 

Produção mais recente (*)

Capítulos de livros

 

MARQUES, Eduardo; BICHIR, Renata. As redes pessoais em São Paulo e Salvador. In: MARQUES, Eduardo (org.). Redes Sociais no Brasil:sociabilidade, organizações civis e políticas públicas. Belo Horizonte: Fino Traço, 2012, p.45-68.

MARQUES, Eduardo; CASTELLO, Graziela; BICHIR, Renata. Redes pessoais e acesso a mercados. In: MARQUES, Eduardo (org.). Redes Sociais no Brasil: sociabilidade, organizações civis e políticas públicas. Belo Horizonte: Fino Traço, 2012, p.69-79.

MARQUES, Eduardo C.L.; BICHIR, RENATA; SCALON, Celi. Residential segregation and social structure in São Paulo: continuity and change since the 1990s. In: MALOUTAS, Thomas; FUJITA, Kuniko (org.) Residential segregation in comprative perspective. London: Asghate, 2012, p. 135-152.

MARQUES, Eduardo; BICHIR, Renata. Recientes dinámicas de la pobreza y de las periferias. In: KOWARICK, Lúcio; MARQUES, Eduardo (ed.). São Paulo, Miradas Cruzadas: Sociedad , política y cultura. Quito: Olacchi, 2011, v. 1, p. 81-108.

MARQUES, Eduardo Cesar Leão; BICHIR, Renata; GOMES, Sandra; GONÇALVES, Renata; PAVEZ, Thais. Los desafíos de la metrópoli. Desigualdades sociales, políticas públicas y segregación. In: GURZA Lavalle, Adrián (Org.). El horizonte de la política - Brasil y la agenda contemporánea de investigación en el debate internacional. México: CIESAS, 2011, p. 85-123.

GURZA LAVALLE, Adrián; CASTELLO, Graziela; BICHIR, Renata. Movimientos sociales y articuladoras en el asociativismo del siglo XXI. In: Lúcio Kowarick e Eduardo Marques. (Org.). São Paulo, Miradas Cruzadas: Sociedad , política y cultura. Quito: Olacchi, 2011, v. 1, p. 233-260.

GURZA LAVALLE, Adrián; CASTELLO, Graziela; BICHIR, Renata. Movimentos Sociais e Articuladoras no Associativismo do Século XXI. In: KOWARICK, Lúcio; MARQUES, Eduardo (Org.). São Paulo: novos percursos e atores: sociedade, cultura e política. São Paulo: editora 34/CEM, 2011, p. 253-275.

MARQUES, Eduardo Cesar Leão; BICHIR, Renata; PAVEZ, Thais. R. ; PANTOJA, Igor ; ZOPPI, Miranda ; RECIO MOYA, Encarnación. Redes pessoais e pobreza em São Paulo. In: DIAS, Leila Christina; FERRARI, Maristela. (Org.). Territorialidades Humanas e Redes Sociais. Florianópolis: Editora Insular, 2011, v. 1. , 264 p.

MARQUES, Eduardo; BICHIR, Renata; CASTELLO, Graziela; MOYA, Maria Encarnación. Redes sociais, pobreza e espaço em duas metrópoles brasileiras. In: BAENINGER, Rosana. (Org.). População e cidades: subsídios para o planejamento e para as políticas sociais. Campinas: Editora Unicamp/Unfpa/Nepo, 2010.

TORRES, Haroldo G.; BICHIR, Renata M. Residential segregation in São Paulo: consequences for urban policies. In: ROBERTS, Bryan R.; WILSON, Robert H (Orgs.). Urban segregation and governance in the Americas.Austin: Palgrave MacMillian, 2009.

 

Artigos

JACCOUD, Luciana; BICHIR, Renata; MESQUITA, Ana Cleusa. O SUAS na proteção social brasileira. Transformações recentes e perspectivas. Dossiê Políticas Sociais e Redistribuição.  Novos Estudos Cebrap, n. 108, Julho/2017, p. 37-53. 

GUIMARÃES, Nadya Araujo; BICHIR, Renata. Apresentação. Dossiê Políticas Sociais e Redistribuição. Novos Estudos Cebrap, n. 108, Julho/2017, p. 11-12.

BICHIR, R. M.; OLIVEIRA, M. C. ; CANATO, P. C. . Para além da transferência de renda? Limites e possibilidades na articulação intersetorial de políticas sociais. Cadernos de Estudos - Secretaria de Avaliação e Gestão da Informação, v. 26, p. 81-102, 2016.

ANSELL, Cristopher; BICHIR, Renata; ZHOU, Shi.  Who Says Networks, Says Oligarchy? Oligarchies as “Rich Club” Networks. Connections, v.35, n. 2, 2015, p. 20-32.

BICHIR, Renata. Novas agendas, novos desafios: reflexões sobre as relações entre transferência de renda e assistência social no Brasil. Novos Estudos Cebrap, Março/2016, n.104, p. 111-136.

BICHIR, Renata. Olhares cruzados nas análises de políticas públicas. Revista Brasileira de Ciências Sociais, 2015, vol.30, n.89, p. 175-181.

BICHIR, Renata Mirandola. Capacidades Estatais Para a Implementação de Programas de Transferência de Renda: Os Casos de Brasil, Argentina e África do Sul. Texto Para Discussão-TD 2032. IPEA. Rio de Janeiro, janeiro de 2015.

BICHIR, Renata ; MARQUES, Eduardo Cesar LeãoPoverty and sociability in Brazilian metropolises: comparing poor people´s personal networks in São Paulo and Salvador. Connections, v. 32, p. 20-32, June/ 2012.

MARQUES, Eduardo; CASTELLO, Graziela; BICHIR, Renata M. Redes Pessoais e Vulnerabilidade Social em São Paulo e Salvador. Revista da USP, Dossiê Redes Sociais, n. 92, pp. 32-45, dez./2011-fev./2012.

BICHIR, Renata ; MARQUES, Eduardo Cesar Leão. Poverty and sociability in Brazilian metropolises: comparing poor people´s personal networks in São Paulo and Salvador. Connections, v. 32, p. 20-32, June/ 2012.

MARQUES, Eduardo Cesar Leão; BICHIR, Renata Mirandola. Redes de apoio social no Rio de Janeiro e em São Paulo. Novos Estudos CEBRAP, n.90, p. 10-32, julho/2011.

MARQUES, Eduardo; CASTELLO, Graziella; BICHIR, Renata. Explorando as associações entre redes sociais e acesso a bens em duas metrópoles brasileiras. REDES- Revista hispana para el análisis de redes sociales . Monográfico Análise de redes sociais na lusofonia: grupo de trabalho de Análise de redes sociais do Congresso luso afro brasileiro, Salvador 2011, v.22, p.23-49.

MARQUES, E. C.; BICHIR, R.; CASTELO, G; MOYA, M.E. Social Networks, Poverty and Neighborhoods in Two Brazilian Cities. Artigo apresentado em “XVII ISA World Congress of Sociology”, evento realizado em Gotemburgo, Suécia, em Junho de 2010

(*) Veja mais na área de Publicações deste site

Licença Creative Commons
Este site do Centro de Estudos da Metrópole está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://centrodametropole.org.br/