semiótica visual. do texto à prática

ciclo de palestras na fflch-usp

conferencista convidada:

Anne Beyaert-Geslin (Université de Limoges)

Durante um bom tempo, na França, a semiótica visual permaneceu numa posição à margem do reconhecimento acadêmico. Seja pela perseverança dos pesquisadores, seja pela crescente demanda social num mundo hoje voltado para a visualidade, ela se acha agora no primeiro plano da investigação semiótica.

Paralelamente, a semiótica das práticas propôs uma outra maneira de abordar as imagens, inserindo-as logo de saída em gêneros e práticas específicas. Desejamos estabelecer algumas balizas para a elucidação dessa "virada" tão recente.

Partiremos de uma semiótica do texto, retomando um estudo póstumo de J. -M. Floch publicado por Jérôme Collin, Lecture de la Trinité d’Andrei Roublev (PUF, 2009). Em seguida, sobre o pano de fundo das Pratiques sémiotiques (PUF, 2008) de J. Fontanille, examinaremos as inferências da incorporação da prática e da temporalidade na pintura.

Essa tensão epistemológica será, por fim, "exercitada" em três grandes campos de pesquisa: o retrato, a fotografia jornalística, as imagens científicas.

programaÇÃO e leituras     updated!

26.04. Introdução geral. A semiótica do texto.
Beyaert-26.04a

27.04. As práticas e a temporalidade da pintura.
Beyaert-27.04a | Beyaert-27.04b

28.04. Estudos do retrato.
Beyaert-28.04a, La figure renversée

29.04. A fotografia de reportagem.
Beyaert-29.04a | Beyaert-29.04b | Beyaert-29.04c

30.04. A imagem científica (do mapa ao planisfério).
Beyaert-30.04a

Anne Beyaert

Docente da Universidade de Limoges, Anne Beyaert-Geslin leciona semiótica visual e semiótica da mídia. Além de numerosos artigos em periódicos, publicou em 2009 um livro sobre a fotografia de reportagem, L'image préoccupée (Hermès-Lavoisier) e organizou, ao lado de Marion Colas-Blaise, a obra coletiva Le sens de la métamorphose (Pulim). Coordena o projeto internacional de pesquisa "Imagens e dispositivos de visualização científica", financiado pela Agence Nationale de la Recherche (2008-2010). É, além disso, a editora responsável da revista Nouveaux Actes Sémiotiques.

O ciclo de palestras é promovido pelo Grupo de Estudos Semióticos da FFLCH-USP, com o apoio da Pós-Graduação em Semiótica e Linguística Geral.

Organização do ciclo:

Elizabeth Harkot de La Taille
Waldir Beividas
Ivã Carlos Lopes
Carolina Lindenberg Lemos
Daniervelin Renata M. Pereira

Anne Beyaert-Geslin fará também, após as palestras na USP, uma conferência durante o IV Congresso Internacional da ABES em São Paulo (quarta-feira, 05/maio, 09 h), e em seguida uma conferência na UFF-Niterói, a convite do SeDi.

:. contato dos organizadores

De 26 a 30 de abril de 2010, das 14 às 17 horas.
Prédio de Letras da FFLCH-USP, sala 261.

Todas as vagas foram preenchidas e as inscrições estão encerradas.

Os ouvintes com presença em, pelo menos, três palestras receberão certificado de frequência.