Ozias Paese Neves


Resumo

Doutor em História pela Universidade Federal do Paraná (UFPR - 2017), com estágio de doutoramento sanduíche na Universitá degli Studio di Genova (UNIGE - 2015 - bolsista CAPES), Mestre em História pela Universidade Federal do Paraná (UFPR - 2006). Graduado em história pela UTP (2003) e em graduado em Direito pela Unicuritiba (1996). Professor contratado III do Departamento de História da Universidade de São Paulo (USP), professor licenciado do Centro Universitário do Brasil (Unibrasil), ex-professor assistente do Departamento de História da UFPR (2013-2015). Atualmente realiza estágio pósdoutoral em História na Universidade de São Paulo (USP). Tem experiência na área de História, com ênfase em História do Brasil contemporâneo particularmente da ditadura de 1964 à redemocratização, atuando principalmente nos seguintes temas: história da ditadura, movimentos sociais e sua atuação na Assembleia Nacional Constituinte, memória, história oral e história do direito. Publicou Intelectuais e a ditadura: embates da Revista Civilização Brasileira (1965-1968) (Curitiba, Artes & Textos, 2013).

Linhas de pesquisa

  • História, direito e sociedade: análises interdisciplinares sobre direitos fundamentais e democracia
  • História intelectual tensões e participação política no regime ditatorial
  • Memória, esquecimento e desentendimentos no processo de construção da democracia brasileira: a anistia, as diretas já e a luta pela constituinte

Artigos completos publicados em periódicos

  • A redemocratização investigada por meio de cartilhas do movimento Pró-participação Popular na Constituinte: Educação Política e Cultura. Revista Brasileira de Pesquisas Jurídicas (Brazilian Journal of Law Research), v. 1, p. 97 - 117, 2020.
  • A trajetória dos primeiros embates do Movimento Pró-Participação Popular na Constituinte - MPPC (1985-1988): afetos e temores na -transição política-. DIÁLOGOS (MARINGÁ. IMPRESSO), v. 23, p. 176 - 195, 2019.
  • NEVES, Ozias Paese;PAESE NEVES, OZIAS ; GABARDO, Emerson O estado de exceção e as normas aprovadas por decurso de prazo: uma história da exacerbação o poder executivo na ditadura de 1964. CADERNOS DA ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS DA UNIBRASIL, v. 3, p. 66 - 80, 2016.

Capítulos publicados

  • Considerações à intervenção de Rafael Rosa Hagemeyer: Historiografia e cinematografia do movimento operário durante o regime de 1964: autoritarismos e obediências. Obediência, autoritarismo e foro interior, v. 1, p. 223 - 236, 2017.
  • Do apoio ao golpe à luta pela redemocratização: uma análise da cultura política da OAB entre os anos 1960 e 1970. Direito e ciência na contemporaneidade: vol I, anais do evento de iniciação científica da Unibrasil - IX Evinci 2014, v. 1, p. 278 - 290, 2014.