Paula Morgado Dias Lopes


Resumo

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (1985), DEA em Antropologia Social e Etnologia - Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales, Paris (1987), mestrado em Antropologia Social pela Universidade de São Paulo (1994), doutorado em Antropologia Social pela Universidade de São Paulo (2004) e pós-doutorado em antropologia visual na Université Laval, Québec (2009). Entre 1989 e 1995 desenvolveu pesquisa entre os índios Wayana e Aparai do norte do Brasil, da qual resultou sua dissertação de mestrado e artigos na área de etno-medicina. Após essa data passou a se dedicar à antropologia visual, realizando pesquisa desta vez com os Wayana da Guiana Francesa entre 1996-2002. Desde 2006 desenvolve estudos sobre a relação entre a antropologia e as novas mídias, em especial a internet, com foco nos grupos indígenas Wayana (BR e GF) e grupos indígenas do Nordeste, além de realizar documentários na cidade de São Paulo. Em setembro de 2008 iniciou um estudo sobre auto-representação na Internet entre os Innus, povo indigena da costa leste de Québec, dentro de uma pesquisa mais ampla comparando experiências indígenas brasileiras e canadenses. Desde então interessa-se pelas experiências audiovisuais dos grupos indígenas no Brasil que incluem novos usos de comunicação na cibercultura. É membro do GRAVI (Grupo de Antropologia Visual) da USP, do CIÉRA (Centre interuniversitaire d?études et recherches autochtones) e da Associação Brasileira de Antropologia. Desde 1991 trabalha no LISA (Laboratório de Imagem e Som em Antropologia) da USP como técnica especializada superior nas áreas de documentação, produção e curadoria de eventos e intercâmbios acadêmicos.

Linhas de pesquisa

  • Etnologia e Antropologia Visual

Capítulos publicados

  • La representación dogon y wayana en la web francesa: subsidios para una critica cultural. Epistemologias y Metodologías. Perspectivas antropologicas, v. 1, p. 337 - 350, 2008.
  • Dogon e Wayana na WEB: territórios virtuais e formas de apropriação do Outro (no prelo). Imagem-Conhecimento, v. , p. - , 2008.
  • A escola e a evangelização: dois projetos paralelos entre os Wayana-Aparai. Povos Indígenas no Brasil 1991-1995., v. , p. 292 - 294, 1996.
  • O segmento indígena: o caráter pluriétnico da cultura indígena. Brasil, sua gente e sua cultura, v. , p. 15 - 28, 1999.
  • O sentido das missões entre os Wayana e Aparai do Paru. Transformando os deuses- os múltiplos sentidos da conversão entre os povos indígenas no Brasil, v. , p. 315 - 380, 1999.