Paula Regina Pereira Marcelino


Resumo

Sou professora do Departamento de Sociologia da Universidade de São Paulo (USP); atuo na graduação e na pós-graduação. Graduei-me em Ciências Sociais em 1999 pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e obtive os títulos de mestre em Sociologia (2002) e doutora em Ciências Sociais (2008) pela mesma instituição. Parte dos meus estudos de doutorado foi feita na École des Hautes Études en Sciences Sociales, Paris, França. Fiz dois pós-doutoramentos: um em Sociologia na Universidade Federal da Bahia (UFBA) entre 2008 e 2009 (1 ano) e um em Ciência Política na Unicamp, em 2010 (1 ano). Também realizei um estágio de pesquisa pós-doutoral nos quadros de um projeto Capes-Cofecub na Universidade de Lyon II, França, entre 2012 e 2013 (2 meses). Trabalho com temas relacionados à situação e à ação dos trabalhadores: crise e recuperação do sindicalismo, classes sociais, reestruturação produtiva, neoliberalismo e precarização do trabalho. Publiquei, entre outros textos, os livros: A logística da precarização: terceirização do trabalho na Honda do Brasil, São Paulo: Expressão Popular, 2004 (com 1a reimpressão em 2009) e Trabalhadores terceirizados e luta sindical, Curitiba: Appris, 2013. Sou editora da Revista Crítica Marxista (São Paulo) e líder do Grupo de Pesquisa (CNPq) Luta: estudo e pesquisa sobre classes sociais, sindicalismo e gênero no Brasil contemporâneo. Integrante do Grupo de Pesquisa do CNPq intitulado "Neoliberalismo e relações de classe no Brasil", coordenado por Armando Boito Jr. (Unicamp) e do Centro de Estudos da Cidadania (Cenedic), coordenado por André Singer (USP).

Artigos completos publicados em periódicos

  • GALVÃO, A. ; MARCELINO, P. O sindicalismo brasileiro e a Convenção 87 da OIT. CARTA SOCIAL E DO TRABALHO, v. n.39-40, p. 20 - 34, 2019.
  • CARRERA, NICOLÁS IÑIGO ; MARCELINO, Paula Apresentação. TEMPO SOCIAL (ONLINE), v. 32, p. 1 - 9, 2020.
  • MARCELINO, P. ; RODRIGUES, L. S. As marxistas nas universidades brasileiras. Germinal: Marxismo e Educação em Debate, v. 12, p. 176 - 204, 2020.
  • MARCELINO, Paula ; GALVÃO, ANDRÉIA O sindicalismo brasileiro frente à ofensiva neoliberal restauradora. TEMPO SOCIAL (ONLINE), v. 32, p. 157 - 182, 2020.

Capítulos publicados

  • O sindicalismo brasileiro diante do golpe. 2016 Golpe e Democracia no Brasil, v. , p. 198 - 226, 2020.
  • Analyse comparée des grèves en France et au Brésil dans les années 2000. Le Brésil et la France dans la mondialisation néo-libérale: Mobilisations du monde du travail, v. 2, p. 53 - 102, 2020.
  • Análise comparada de greves na França e no Brasil nos anos 2000. A França e o Brasil na mundialização neoliberal. Mudanças políticas e contestações sociais, v. 1, p. 203 - 238, 2019.
  • Il neosviluppismo e la ripresa del movimento sindacale brasiliano. Riforma e crisi política in Brasile ? I conflitti di classe nei governi del PT, v. 1, p. 155 - 173, 2019.
  • O neodesenvolvimentismo e a recuperação do movimento sindical brasileiro. Reforma e crise política no B4rasil, v. , p. 183 - 207, 2018.

Orientandos Ativos

Número USP Nome orientando Área Nível de Programa
11313480 Ana Carolina Freires Ferreira Sociologia Doutorado Direto
6524311 Camila Ribeiro Duarte Lisboa Sociologia Mestrado
4572890 Julia Machini de Miranda Sociologia Mestrado
9906351 Karolina Guedes de Oliveira Sociologia Mestrado
8028603 Mateus Moretti Gomes de Azevedo Sociologia Mestrado
11158296 Stephanie Weatherbee Sociologia Mestrado

Orientandos Concluídos

Número USP Nome orientando Área Nível de Programa Data de defesa
10652664 Claudia Andrea Gonzalez Cid Sociologia Doutorado Direto 03-06-2020
6837279 Gustavo Barroso do Rego Sociologia Mestrado 03-25-2020
10191285 Andre Campos Rocha Sociologia Mestrado 08-23-2019
347870 Adriana Marcia Marcolino Sociologia Mestrado 08-29-2019
8028670 Francisco Prandi Mendes de Carvalho Sociologia Mestrado 01-18-2021