Francisco Carlos Palomanes Martinho


Resumo

Graduado em História pela Universidade Federal Fluminense - UFF (1989). Mestre em História Contemporânea pela UFF (1994) e doutor em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ (2000). Atuou como Investigador Visitante junto ao Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa entre março e agosto de 2007 e entre fevereiro e agosto de 2017. Professor Associado (Livre Docente) de História Ibérica junto ao Departamento de História da Universidade de São Paulo - USP. Bolsista de Produtividade do CNPq desde 2004. (Atualmente é pesquisador 1D). Suas pesquisas se concentram na análise dos intelectuais, do pensamento conservador-autoritário e das identidades nacionais no Portugal Contemporâneo.

Linhas de pesquisa

  • História Política
  • História Contemporânea Portuguesa

Livros publicados

  • O Estado Novo Português: História, Historiografia e Memória. São Paulo: Intermeios, 2019. 193p.
  • MARTINHO, F. C. P. ; FREIRE, Américo ; VANNUCCHI, M. A. O que há de novo sobre o Estado Novo? Autoritarismos e democracia. Rio de Janeiro: FGV Editora, 2019. 352p.
  • MARTINHO, Francisco Carlos Palomanes ; FREIRE, Américo Intelectuais e marxismo no mundo lusófono. Recife: Edupe, 2019. 287p.
  • Marcello Caetano and the Portuguese 'New State': a Political Biography.. Brighton: Sussex Academic Press, 2018. 291p.
  • MARTINHO, F. C. P. ; LIMONCIC, F A experiência nacional: identidades e conceitos de nação na África, Ásia, Europa e nas Américas.. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2017. 446p.
  • Marcello Caetano, uma biografia (1906-1980). Lisboa: Objectiva, 2016. 586p.
  • MARTINHO, F. C. P. ; COSTA PINTO, António A onda corporativa: corporativismo e ditaduras na Europa e na América Latina. Rio de Janeiro: FGV Editora, 2016. 344p.
  • MARTINHO, F. C. P.;MARTINHO, FRANCISCO CARLOS PALOMANES;FRANCISCO CARLOS PALOMANES MARTINHO;MARTINHO, Francisco Carlos Palomanes;MARTINHO, FRANCISCO PALOMANES ; COSTA PINTO, António A Vaga Corporativa: corporativismo e ditaduras na Europa e na América Latina. Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais, 2016. 344p.

Artigos completos publicados em periódicos

  • Plínio Salgado: um itinerário lusitano. Revista de História (USP), v. 178, p. 1 - 5, 2019.
  • Marcello Caetano no (Jornal do) Brasil: Repercussões da direita portuguesa na ditadura militar (1968-1974). VARIA HISTÓRIA (UFMG. IMPRESSO), v. 35, p. 631 - 660, 2019.
  • Intelectuais e culturas políticas em Portugal: à volta de Antero de Quental e António Sérgio. TEMPO (NITERÓI. ONLINE), v. 25, p. 300 - 319, 2019.
  • Antonio Sergio and Joel Rerrão, two Readers of Antero.. PORTUGUESE STUDIES REVIEW, v. 24, p. 139-148 - , 2017.
  • Sindicato, ditadura e transição: continuidades e descontinuidades no corporativismo brasileiro (1974-1984). Análise Social (Lisboa), v. LXX, p. 633-661 - 661, 2017.
  • A Revolução dos Cravos e a historiografia portuguesa. ESTUDOS HISTÓRICOS, v. 30, p. 465 - 477, 2017.
  • World War One and Authoritarian Thought in the Losophone World. E-JOURNAL OF PORTUGUESE HISTORY, v. 15, p. 55 - 70, 2017.
  • Memory of Resistance and the Resistance of Memory: An Analysis of the Construction of Corporatism in the First Years of the Portuguese Estado Novo. Portuguese Studies, v. 32, p. 172 - 198, 2016.
  • Book Review. Portuguese Journal of Social Science, v. 15, p. 145 - 148, 2016.
  • Elites políticas e intelectuais e o Ministério do Trabalho - 1931/1945. Estudos Ibero-Americanos (PUCRS. Impresso), v. 42, p. 454 - , 2016.

Capítulos publicados

  • Lembrar Abril: a historiografia portuguesa e o problema da transição para a democracia. O Estado Novo Português: História, Historiografia e Memória, v. 1, p. 41 - 60, 2019.
  • O Estado Novo na historiografia portuguesa: sobre a questão do fascismo. O Estado Novo Português: História, Historiografia e Memória, v. 1, p. 17 - 40, 2019.
  • Marcello Caetano nos anos 1950: doutrina, corporativismo e ditadura. O que há de novo sobre o Estado Novo? Autoritarismos e democracia., v. 1, p. 227 - 238, 2019.
  • Intelectuais, militância e marxismo no mundo lusófono. Intelectuais e marxismo no mundo lusófono, v. 1, p. 7 - 18, 2019.
  • A Transição Portuguesa: História e Historiografia. Depois dos Cravos: Liberdades e Independências, v. 1, p. 43 - 58, 2017.

Orientandos Ativos

Número USP Nome orientando Área Nível de Programa
11594161 Dominique Santana História Social Doutorado Direto
11748001 Josiane Nunes Machado Sampaio História Social Doutorado
11494211 Jéssica Thaís de Oliveira História Social Mestrado
5424815 Lenon Campos Maschette História Social Doutorado
10235290 Luan Aiuá Vasconcelos Fernandes História Social Doutorado
5424482 Marina Simões Galvanese História Social Doutorado
2201901 Maurilio Barreto de Araujo História Social Mestrado

Orientandos Concluídos

Número USP Nome orientando Área Nível de Programa Data de defesa
156428 Celso Ramos Figueiredo Filho História Social Doutorado 05-19-2016
236045 Eloisa da Silva Aragão História Social Doutorado 11-27-2017
8739353 Marina Maria de Lira Rocha História Social Doutorado 05-14-2018
7927611 Rodrigo Pezzonia História Social Doutorado 02-03-2017
9147744 Glauco Costa de Souza História Social Doutorado 06-10-2019
5819749 Júlio Barnez Pignata Cattai História Social Doutorado 08-06-2018
6319980 Juliana Sayuri Ogassawara História Social Doutorado 11-05-2015
7926412 Lindercy Francisco Tomé de Souza Lins História Social Doutorado 12-11-2015
8198382 Diogo de Souza Brito História Social Doutorado 08-21-2017
156428 Celso Ramos Figueiredo Filho História Social Mestrado 10-31-2001
236045 Eloisa da Silva Aragão História Social Mestrado 12-15-2008
5819749 Júlio Barnez Pignata Cattai História Social Mestrado 07-01-2011
6319980 Juliana Sayuri Ogassawara História Social Mestrado 02-11-2011
8468365 Carlos Fernando de Quadros História Social Mestrado 12-03-2015
9728209 Flávia Rodrigues Bittencourt História Social Mestrado 06-11-2019