Scarlett Zerbetto Marton


Resumo

Scarlett Marton é professora titular de Filosofia Contemporânea da Universidade de São Paulo. Graduou-se em Filosofia pela Universidade de São Paulo (1972), concluiu mestrado em Filosofia na Université Paris 1 Pantheon-Sorbonne (1974), defendeu doutorado (1988) e livre-docência em Filosofia pela Universidade de São Paulo (1996).
Publicou no Brasil cerca de dezoito livros, na maioria sobre a filosofia nietzschiana, dentre eles: Nietzsche e a arte de decifrar enigmas (2014); Nietzsche, das forças cósmicas aos valores humanos (3ª ed., 2010); Extravagâncias: Ensaios sobre a filosofia de Nietzsche (3ª ed., 2009); Nietzsche, seus leitores e suas leituras (2010); Nietzsche, filósofo da suspeita (2010); A irrecusável busca de sentido. Autobiografia intelectual (2004). Publicou ainda ensaios em livros e revistas especializadas no Brasil, na Alemanha, na Áustria, na Espanha, na França, na Itália, em Portugal, nos Estados Unidos, na Colômbia, na Venezuela, na Bolívia, na Argentina e no Chile.
Fundou o GEN ? Grupo de Estudos Nietzsche; criou os Cadernos Nietzsche; é coordenadora da coleção de livros ?Sendas & Veredas?; implementou o GT Nietzsche junto à Anpof. Integra o comitê científico de Hyper Nietzsche, de Nietzsche-Studien e de Monographien und Texte zur Nietzsche-Forschung.

Linhas de pesquisa

  • Nietzsche e os moralistas franceses: a prática da anatomia moral
  • Nietzsche, reflexão filosõfica e vivência
  • Nietzsche e a condição feminina

Livros publicados

  • A morte como instante de vida. Curitiba: PUCPRESS, 2018. 40p.
  • Nietzsche y la nueva concepción del mundo. Córdoba: Editorial Brujas, 2017. 114p.

Artigos completos publicados em periódicos

  • Nietzsche: da análise psicológica à fórmula da décadence. Cadernos Nietzsche, v. 41, p. 45 - 62, 2020.
  • A propósito da frase de Nietzsche 'um pensamento vem quando 'ele' quer...'. Boletim Formação em Psicanálise (São Paulo), v. 27, p. 93 - 102, 2019.
  • Para leer a Nietzsche como nietzschiano. Estudios Nietzsche, v. 18, p. 63 - 71, 2018.
  • Zaratustra: do fracasso pedagógico ao aprendizado por vivência. Enunciação, v. 4, p. 1 - 12, 2019.
  • 'Fiz da minha vontade de saúde, de vida, minha filosofia...' Nietzsche e o problema da medicina em 'Ecce Homo'. KRITERION (UFMG. IMPRESSO), v. 141, p. 891 - 904, 2018.
  • Friedrich Nietzsche. Obras completas, fragmentos póstumos, correspondência. DISCURSO, v. 48, p. 201 - 202, 2018.
  • Ler Nietzsche como nietzschiano. Questões de método. DISCURSO, v. 48, p. 7 - 24, 2018.
  • 'A nova concepção do mundo': vontade de potência, pluralidade de forças, eterno retorno do mesmo. Ágora Filosófica, v. 1, p. 127 - 141, 2017.
  • International Nietzsche Research Group in Brazil: GEN-Nietzsche Studies Group. Journal of Nietzsche Studies, v. 47, p. 479 - 487, 2016.
  • El eterno retorno de lo mismo, 'el pensamiento fundamental de Zaratustra'. Estudios Nietzsche, v. 16, p. 129 - 150, 2016.

Capítulos publicados

  • Nietzsche: questões estéticas. A questão do estético: Ensaios, v. , p. 47 - 68, 2019.
  • Brief an Nietzsche. 101 Briefe an Friedrich Nietzsche, v. 1, p. 15 - 18, 2019.
  • De Foucault à Nietzsche: pluralité d'interprétations et importance des critères. Nietzsche et le relativisme, v. 1, p. 203 - 225, 2019.
  • GEN - Grupo de Estudos Nietzsche. Nietzsche no século XXI, v. 1, p. 11 - 16, 2017.
  • Nietzsche et la condition des femmes: une analyse des configurations du féminin dans Humain, trop humain. Humain, trop humain et les débuts de la réforme de la philosophie, v. 1, p. 435 - 464, 2017.