Raquel de Paula Guets


Resumo

Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Filologia e Língua Portuguesa na Universidade de São Paulo, sob orientação da Profa. Dra. Maria Clara Paixão de Sousa. Bacharela em Letras (Português e Inglês) pela mesma universidade. Tem como foco de pesquisa a história das mulheres, mais especificamente a história das mulheres lésbicas no Brasil colonia. 

Como projeto de mestrado, propõe a edição (inédita e eletrônica) e a análise léxico-semântica da configuração escrita do crime de sodomia foeminarum em dois processos inquisitoriais: o de Maria de Peralta e o de Paula de Siqueira, redigidos na Primeira Visitação do Santo Ofício na Bahia (1591-1595). Seu projeto de mestrado é baseado em sua iniciação científica (2019-2020), que editou o processo de Felipa de Souza (a única mulher a ser condenada pelo crime de sodomia foeminarum no Brasil) e traçou sua rede de relacionamento homoeróticos, que se envolveu tanto com Maria de Peralta quanto com Paula de Siqueira.

Faz parte do projeto do M.A.P. desde 2018 e recebeu bolsas do Programa Unificado de Bolsas (PUB-USP) entre 2018 e 2021 vinculadas ao projeto, nos braços de pesquisa e extensão. É também pesquisadora no LaViHD (Laboratório Virtual de Humanidades Digitais) em conjunto ao C4AI (Center For Artificial Intelligence) USP no projeto NLP2, que tem o objetivo de produzir ferramentas computacionais de suporte ao português brasileiro a partir do corpus linguístico CaRoLiNa (foco em língua escrita).

Capítulos publicados

  • Lesbian discourse as a form of social transformation. Language education and the university: fostering socially-just practices in undergraduate contexts. Volume 1: language, culture and discourse, v. 1, p. 383 - 396, 2021.