FFLCH recebe premiação e menções honrosas no Prêmio Tese Destaque USP 2018

A Faculdade saiu vencedora na categoria Linguística, Letras e Artes e recebeu três menções honrosas em Antropologia Social, Ciência Política e Letras Clássicas
Por
Paulo Andrade
Data de Publicação
Editoria
Notícias

 

A FFLCH foi premiada na categoria "Linguística, Letras e Artes" do Prêmio Tese Destaque USP e recebeu menções honrosas em três outros trabalhos. No dia 20 de agosto, foram divulgados os trabalhos vencedores da edição 2018.

Em sua sétima edição, o prêmio reconhece as teses de doutorado defendidas nos programas de pós-graduação da Universidade nas grandes áreas de conhecimento, de forma a estimular a constante busca pela excelência na pesquisa.

Para cada grande área (no total são nove) são concedidos um prêmio e duas menções honrosas. O autor da Tese Destaque USP recebe um prêmio no valor de R$ 10 mil e o orientador, recurso para custeio de até R$ 5 mil.

Os critérios de premiação consideram originalidade do trabalho, relevância para o desenvolvimento científico, tecnológico, cultural, social e de inovação, e valor agregado ao sistema educacional. 

A FFLCH venceu o prêmio na categoria Linguística, Letras e Artes com a tese:

"O caixeiro viajante da poesia, ou um estrangeiro inventado: ensaio biográfico sobre o poeta líbano-brasileiro Jamil Almansur Haddad (1914-1988)", de Christina Stephano de Queiroz, pelo Programa de Pós-Graduação em Estudos Judaicos e Árabes da FFLCH, e orientação do professor Michel Sleiman, do Departamento de Letras Modernas.

A Faculdade também recebeu três menções honrosas com as teses:

"Baco, o simpósio e o poeta", de Lya Valeria Grizzo Serignolli, pelo Programa de Pós-Graduação em Letras Clássicas, com orientação do professor Paulo Martins, do Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas, na categoria Linguística, Letras e Artes.

"Rédeas do Estado e do Investimento: as trajetórias dos bancos nacionais de desenvolvimento", de Edney Cielici Dias, pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência Política, com orientação da professora Marta Teresa da Silva Arretche, do Departamento de Ciência Política, na categoria Ciências Humanas.

"Maestrias de Mestre Pastinha: um intelectual da cidade gingada", de Jorge Mauricio Herrera Acuna, pelo Programa de Pós Graduação em Antropologia Social, com orientação da professora Lilia Katri Moritz Schwarcz, do Departamento de Antropologia, na categoria Ciências Humanas.

O Prêmio Tese Destaque é promovido pela Pró-Reitoria de Pós-Graduação da USP. Os recursos para a premiação são provenientes de convênio da USP com Santander. Os recursos concedidos aos orientadores são disponibilizados através do orçamento da unidade e seguem as regras de execução orçamentária da USP.

A lista completa dos premiados pode ser consultada aqui.

Com informações da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e do Jornal da USP