Pró-Reitoria e FFLCH avançam em pautas da Graduação

Neste encontro, foi dado retorno sobre algumas questões apresentadas na primeira visita à Faculdade, feita em 2 de outubro de 2018, como aumento de bolsas e vagas de cargos docentes, além de ouvir mais demandas sobre a área
Por
Eliete Viana
Data de Publicação
Editoria
Institucional
Notícias

 

 

Matéria atualizada em 07/06/2019, às 23h36

 

pró-reitor e pró-reitora adjunta de Graduação da USP
Os representantes da Pró-Reitoria de Graduação, Edmund Chada Baracat e Maria Vitória Lopes Badra Bentley, estiveram pela segunda vez na FFLCH - Foto: Fábio Nakamura / STI-FFLCH


O pró-reitor de Graduação e a pró-reitora de Graduação adjunta da USP, Edmund Chada Baracat e Maria Vitória Lopes Badra Bentley, estiveram na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), na tarde da quarta-feira, 5 de junho. Eles participaram de uma reunião, no Salão Nobre do prédio da Diretoria e Administração, com a direção e alguns docentes da Unidade. 

Neste encontro, os dirigentes deram retorno sobre algumas questões apresentadas na primeira visita – que foi realizada em 2 de outubro de 2018, na qual vieram conhecer a Unidade –, como aumento de bolsas e vagas de docentes temporários, além de ouvir mais demandas sobre a área de Graduação. Esta visita também tem o intuito de manter um diálogo constante entre a FFLCH e a Pró-Reitoria.

A diretora da FFLCH, Maria Arminda do Nascimento Arruda, aproveitou esta segunda visita dos representantes da Pró-Reitoria de Graduação para destacar novamente os números da FFLCH na área da Graduação, que tem o maior número de estudantes da USP e o maior número de ingressantes, recebendo 1669 novos alunos anualmente, além de possuir uma variedade de áreas e opções em seus cinco cursos. 

Informes 

A presidente da Comissão de Graduação, Mona Mohamad Hawi, informou que será criado o Laboratório de Estudos Interdisciplinares no Edifício de Filosofia e Ciências Sociais, onde estava instalada a Livraria da Editora Humanitas, o qual poderá ser utilizado por todos os alunos. Os recursos para o laboratório são do Edital PRG/Santander Universidades e-Grad 2019/2020, no qual a FFLCH foi uma das contempladas.
 

mesa da reunião com Pró-Reitoria de Graduação
(Da esq. p/dir) A presidente da Comissão de Graduação da FFLCH, Mona Mohamad Hawi; o vice-diretor Paulo Martins; a diretora Maria Arminda do Nascimento Arruda; o pró-reitor de Graduação, Edmund Chada Baracat; e a pró-reitora de Graduação adjunta da USP, Maria Vitória Lopes Badra Bentley - Foto: Fábio Nakamura / STI-FFLCH


Mona comunicou que, em 2020, a as matrículas dos calouros de toda a USP será unificada e realizada em um só local, com organização da Pró-Reitoria de Graduação, ou seja, não será mais feita pela unidade de ensino que oferece o curso do calouro. A ideia é aproveitar o modelo que a FFLCH adota para as matrículas dos seus ingressantes, desde 2017, e para isso contará com alguns funcionários do Serviço de Graduação. 

Em contrapartida, a Pró-Reitoria pretende liberar verba para o projeto de reforma da seção de alunos da FFLCH, que unificará o atendimento aos alunos dos cinco cursos de graduação no Edifício Eurípedes Simões de Paula (Geografia e História).

Outro aviso, dado por Mona, é que no dia 13 de junho, a Faculdade receberá a visita de duas representantes da Comissão de Especialistas do Conselho Estadual de Educação, para o processo de renovação de reconhecimento dos cursos de bacharelado e licenciatura em Letras da FFLCH. 

O vice-presidente da Comissão de Graduação, Emerson Galvani, agradeceu o aumento do número de bolsas do Programa de Estímulo ao Ensino de Graduação (PEEG), que passou de 41 para 50, uma demanda que tinha sido comentada pelo próprio docente durante a primeira reunião com Baracat. 

Mais demandas 


Após os informes da Comissão de Graduação, alguns docentes falaram sobre as demandas na área. A falta de docentes e a liberação da verba para os trabalhos de campo foram os principais temas. 

O professor Adrian Pablo Fanjul do Departamento de Letras Modernas falou da falta de docentes, principalmente no curso de Letras na habilitação em alemão, por causa de aposentadorias e demissões voluntárias de docentes. A chefe do Departamento de Geografia, Sueli Furlan, ressaltou que a falta de professores acomete todos os Departamentos da Faculdade, citando que antes tinham 52 docentes e agora só há 42.

Sueli reforçou outra questão importante, que as verbas para a realização dos trabalhos de campo já tivessem aprovadas no início do semestre, para facilitar a programação das atividades. Sobre o trabalho de campo, os pró-reitores responderam que neste ano teve um atraso na aprovação porque o orçamento demorou a abrir.

Para diminuir a falta de docentes, uma questão levantada foi a possibilidade dos pós-doutorandos poderem lecionar algumas disciplinas na graduação relacionadas às suas pesquisas. Ideia que, segundo o pró-reitor, precisa ser estudada direito.

pró-reitor de Graduação da USP
Após a reunião no prédio da Diretoria e Administração, Baracat foi conhecer as instalações do Edifício Eurípedes Simões de Paula (Geografia e História) - Foto: Fábio Nakamura / STI-FFLCH


Retorno

Após a fala dos docentes, Baracat comemorou o aumento das bolsas PEC-G e anunciou que pela manhã, antes de vir à FFLCH, soube da assinatura da autorização de sete novas vagas de docentes temporários para a Unidade. Algumas destas vagas tinham sido solicitadas no final de dezembro e o pedido tinha sido reforçado em reunião que a diretora Maria Arminda e o professor Adrian Pablo Fanjul fizeram com o vice-reitor da USP, Antonio Carlos Hernandes, no dia anterior, em 4 de junho. 

Depois da reunião no Salão Nobre, o pró-reitor de Graduação e a pró-reitora de Graduação adjunta foram até o Edifício Eurípedes Simões de Paula (Geografia e História) conhecer o prédio e verificar pessoalmente onde seria instalado a unificação da seção de alunos da FFLCH, citada acima. Ao chegar ao local, que ainda não conhecia, Baracat ficou admirado com o tamanho do prédio e pensou na possibilidade de usá-lo para realizar a matrícula unificada da USP de 2020.