Diferentes olhares sobre a África são debatidos na USP e em diferentes regiões de São Paulo

Além do Brasil, participam pensadores da África do Sul, Cabo Verde, Egito e Senegal, de Portugal e da Inglaterra. É organizado por Unidades da USP e outras instituições. Pela FFLCH, participam o Lemadi e o Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana
Por
Eliete Viana
Data de Publicação
Editoria

 


cartaz evento

O evento terá um formato híbrido que dialoga com as diferentes expressões e produções trazidas pelas convidados, assim como com o diverso público com quem o evento pretende estabelecer interlocuções


O continente africano, suas culturas e tradições são ainda muito pouco conhecidas e estudadas. Para desmistificar a compreensão de Áfricas e das diásporas desde a perspectiva do colonialismo, será realizado o encontro internacional Áfricas contemporâneas. Do continente às diásporas: pensar o universal a partir dos arquivos afro-diaspóricos, de 10 a 19 de outubro, em diferentes lugares e territórios da cidade de São Paulo.
 
A conferência de abertura acontece nesta quinta-feira, dia 10, das 17h30 às 22h, na Biblioteca Mario de Andrade. O evento é gratuito, aberto ao público geral, e contará com a participação de pensadores, ativistas e artistas da África do Sul, Cabo Verde, Egito e Senegal, africanos da diáspora em Portugal, bem como da Inglaterra, que vão apresentar um conjunto de produções africanas contemporâneas que se debruçam a refletir sobre Áfricas no mundo e o mundo visto a partir de Áfricas. 

Todos os convidados – com suas obras, no campo acadêmico, no campo da intervenção social e política, nas artes ou nas produções culturais, – colocam em questão o lugar do continente africano como o território da falta, da perda e da necessidade bem como a diáspora vista apenas sob o ângulo da fuga, da impossibilidade, da fragilidade do continente (econômica, social e intersubjetiva) e da subalternidade das suas populações no mundo. 

Por tudo isso, a vinda deles fomentará um intercâmbio necessário com pesquisas acadêmicas e criações artísticas e culturais brasileiras heterogêneas, que poderá se desdobrar no estabelecimento de convênios internacionais. 

Tais temas provocarão debates que fazem tanto pensar a pluralidades de realidades africanas atuais como seus aportes para refletir dimensões universais em diferentes campos do saber e do fazer a partir de Áfricas. 

O conteúdo será debatido em conferências, mesas-redondas, colóquios, oficinas, intervenções, performances, projeções audiovisuais, exposições e apresentações musicais que transitarão entre a produção acadêmica e a arte, constituindo pontos de contato e tensionamentos. 

Diferentes olhares 

“O evento apresenta diferentes olhares sobre a África a partir do continente e das diásporas, que leva o debate pra fora da Cidade Universitária, nas zonas centrais, mas também na periferia, com atividades em um mesmo dia, por exemplo, em Heliópolis, na região do Capão Redondo e Perus”, destaca o professor do Departamento de Geografia, Eduardo Donizeti Girotto, que é um dos organizadores das atividades pela FFLCH. A Unidade participa através do Laboratório de Ensino e Material Didático (LEMADI) do Departamento de Geografia e do Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana.

A realização é fruto de inquietações, reflexões e produções que se desdobraram na organização de proposta inicial desenhada por diferentes Unidades da USP, outras universidades, como a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), a Universidade Federal Fluminense (UFF) e a Universidade de Lisboa, Portugal; além do SESC São Paulo, de instituições ligadas à Prefeitura Municipal de São Paulo e outras não governamentais.

Apesar de levar a discussão para além dos muros da Universidade em diferentes lugares da cidade de São Paulo, algumas atividades também serão realizadas na USP. Nos dias 14 de outubro, no Instituto de Estudos Brasileiros (IEB), e nos dias 15, 16 e 18, no Auditório István Jancsó da Biblioteca Brasiliana.

Clique aqui para conferir o site do evento e verificar os locais de todas as atividades, onde também podem ser conferidas mais informações.