Geografia debate as implicações do novo coronavírus

Em seminário virtual, o objetivo é expor diversos pontos de vista sobre Covid-19. A iniciativa é do docente Wagner Costa Ribeiro, realizada através das disciplinas Geografia Política e Geografia Regional do Brasil IV – Amazônia
Por
Eliete Viana
Data de Publicação

 

 

Na segunda-feira, dia 6 de abril, foi realizada a gravação da primeira edição do seminário Pandemia: passado, presente e o futuro?, que tem o objetivo de expor diversos pontos de vista sobre a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), ressaltando as implicações geográficas no âmbito da Geografia Política e demais áreas do conhecimento geográfico.

O convidado do seminário foi o geógrafo Raul Borges Guimarães, professor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp), campus de Presidente Prudente, na qual coordena o Laboratório de Biogeografia e Geografia da Saúde. Ele é especialista em Geografia da Saúde e atua também nos temas de geografia regional e urbana, política pública e cartografia temática. Na gravação, Guimarães comenta a dispersão geográfica da Covid-19 no Estado de São Paulo. 

Este seminário virtual é uma iniciativa do professor do Departamento de Geografia Wagner Costa Ribeiro, realizada através das disciplinas que ele ministra neste semestre na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP: Geografia Política e Geografia Regional do Brasil IV – Amazônia.

Segundo o docente, a ideia é realizar uma reunião semanal, às segundas-feiras, até o fim do distanciamento social, que está em vigor para evitar a expansão da pandemia do Covid-19. As reuniões serão gravadas e disponibilizadas no canal do Youtube e nas demais redes sociais da FFLCH.

A edição desta semana pode ser acessada pelo link: https://youtu.be/yc-N2ecwaFc

Mais informações com o professor Wagner Costa Ribeiro: wribeiro@usp.br