Cátedra Jaime Cortesão recebe visita do presidente do Instituto Camões

O embaixador Luiz Faro Ramos esteve na FFLCH no dia 16 de maio
Por
Eliete Viana
Data de Publicação
Editoria
Institucional
Notícias


 

visita do embaixador e presidente do Instituto Camões
A diretora e membros da Cátedra Jaime Cortesão durante visita do presidente do Instituto Camões à FFLCH


Na manhã do dia 16 de maio, quarta-feira, a Cátedra Jaime Cortesão da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP recebeu a visita do presidente do Instituto Camões, o embaixador Luiz Faro Ramos.

O presidente foi recepcionado pela diretora da FFLCH, Maria Arminda do Nascimento Arruda; pela presidente da Cátedra, Vera Lucia Amaral Ferlini; por professores e pesquisadores; além de funcionários da Unidade.

Durante o encontro, as conversas foram em torno das publicações realizadas pela Cátedra, informatização da sua biblioteca e incentivo às bolsas de pesquisa oferecidas.

Um projeto futuro que será implantado em parceria é o desenvolvido de uma pesquisa sobre os 500 anos da viagem de navegação do português Fernão de Magalhães, ocorrida entre 1519-1521.

Ramos é o primeiro diplomata a ocupar o cargo de presidente do Instituto, ele foi embaixador de Portugal em Cuba de setembro de 2015 até tomar posse no Instituto, em 3 de novembro de 2017. O Instituto Camões tem entre seus principais objetivos a defesa, a promoção e a difusão da língua portuguesa.

primeiro encontro de cátedras do Instituto Camões
O encontro no Rio de Janeiro reuniu representantes de seis Cátedras de estudos portugueses no Brasil


Cátedra mais antiga

No dia anterior, 15 de maio, foi realizado o Primeiro encontro de Cátedras do Instituto Camões no Brasil. O evento aconteceu no Palácio São Clemente, na residência oficial do cônsul-geral de Portugal na cidade do Rio de Janeiro.

Pela Cátedra Jaime Cortesão, participaram a presidente Vera e a professora Ana Paula Torres Megiani. Além da Cátedra sediada na FFLCH, estavam representantes de outras cinco dedicadas aos estudos portugueses no Brasil.

As outras cinco são: a Cátedra João Lúcio de Azevedo da Universidade Federal do Pará (UFPA); a Cátedra Centro de Estudos Luso-Afro-Brasileiros da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas); a Cátedra Agostinho da Silva da Universidade de Brasília (UnB); a Cátedra Padre António Vieira da PUC-Rio; e a Cátedra Fidelino de Figueiredo da Universidade do Estado da Bahia (Uneb).

Com 26 anos de atuação, a Jaime Cortesão é a mais antiga da Rede Camões. Ela associa os Departamentos de História e de Letras Clássicas e Vernáculas da FFLCH na pesquisa e divulgação da história de Portugal e do mundo de colonização e língua portuguesa.

Sua sede na Faculdade é no Edifício Eurípedes Simões de Paula (prédio de Geografia e História). Suas instalações possuem áreas de biblioteca, salas de reunião, gabinetes para visitantes e centro de informática.