Mesa de conversa com a poeta e artista plástica: Sónia Sultuane no Brasil

Início do evento
Final do evento
E-mail contato
celp@usp.br
Docente responsável
Tânia Celestino de Macedo
Local
Prédio de Filosofia e Ciências Sociais (sala 08). Av. Prof. Luciano Gualberto, 315, cidade Universitária, São Paulo
O evento será gratuito ou pago?
gratuito
É necessário fazer inscrição?
Sem inscrição prévia
Emissão de certificado
Não
Participação de docente(s) estrangeiro(s)?
Não
Descrição

SÓNIA SULTUANE nasceu em Maputo, Moçambique, em 4 de março de 1971. É uma artista multifacetada – poeta, artista plástica, escritora, colaboradora da imprensa e curadora. É uma voz afirmada na poesia, desde a estreia com a obra Sonhos, em 2001.

Além de escritora e artista plástica, seu mérito é reconhecido, por seu papel social na valorização das mulheres do mundo, por sua participação em festivais internacionais e moçambicanos.

OBRAS DA KAPULANA

Roda das encarnações, 2017 [Vozes da África].
OUTRAS OBRAS

2001 – Sonhos. Maputo: Associação dos Escritores Moçambicanos.

2006 – Imaginar o poetizado. Maputo: Ndjira.

2009 – No colo da lua. Maputo: da Autora.

2014 – A Lua de N´weti. Santo Tirso: Editorial Novembro.

2016 – Roda das encarnações. Maputo: Fundação Fernando Leite Couto.

2017 – Celeste, a boneca com olhos cor de esperança. Santo Tirso: Editorial Novembro.

ANTOLOGIAS (parte da obra)

2003 – Nunca mais é sábado

2006 – Poesia sempre

2014 – Antologia dos silêncios que cantamos, poesia moçambicana

2015 – Zalala

2016-2017 – Universal Lusófona Rio dos Bons Sinais
PRÊMIOS E OUTROS DESTAQUES

Prémio Femina 2017 – Mérito nas Letras: Literatura – Poesia em Portugal. Esse prêmio é destinado às “Notáveis Mulheres Portuguesas e da Lusofonia, oriundas de Portugal, dos Países de Expressão Portuguesa, das Comunidades Portuguesas e Lusófonas, e Luso-descendentes”, que se tenham distinguido com mérito ao nível profissional, cultural e humanitário no mundo, pelo Conhecimento e pelo seu relacionamento com outras Culturas.

“Escritora do ano 2014”, pelo seu papel social na valorização das mulheres, no Festival Internacional de Poesia Mujeres Poetas Internacional, organizado pelo ‘Círculo de Escritores Moçambicanos na Diáspora”.

Haverá seção de autógrafos.

Imagem