Os efeitos de curto e longo prazo do corte de bolsas na ciência

"Os cientistas que devolveriam à sociedade brasileira o investimento feito neles com dinheiro público não farão mais isso, vão para outros países" avalia Maria Arminda do Nascimento Arruda
Por
Redação
Data de Publicação
Editoria

 

Acesse aqui a entrevista completa concedida por Maria Arminda do Nascimento Arruda, professora do Departamento de Sociologia e diretora da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, para o Nexo Jornal, publicada em 9 de setembro.

Na entrevista, a socióloga fala sobre a produção científica brasileira no contexto de contenção orçamentária do governo Bolsonaro.