Direção da FFLCH visita exposição do Centro de Apoio à Pesquisa em História

Além de conhecer melhor parte do seu acervo, foi conversado sobre formas de viabilizar orçamento para o CAPH
Por
Eliete Viana
Data de Publicação

 

 

visita diretora ao CAPH
Registro da visita da diretora da FFLCH à exposição e da recepção no CAPH - Foto: Fábio Nakamura / FFLCH-USP


Até o dia 6 de março, sexta-feira, o público pôde conferir a exposição Conheça o CAPH - Preservação e pesquisa de acervos históricos FFCL e FFLCH, sediada e realizada pelo Centro de Apoio à Pesquisa em História Sérgio Buarque de Holanda da da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP.

Na tarde da terça-feira, dia 3 de março, a diretora da FFLCH, Maria Arminda do Nascimento Arruda, visitou a exposição, acompanhada da presidente da Cátedra Jaime Cortesão, Vera Lucia Amaral Ferlini, e de outros pesquisadores. No CAPH, a recepção ficou por conta da atual diretora Ana Paula Torres Megiani, da ex-diretora Márcia Regina Barros da Silva; e das funcionárias Maria Aparecida Araújo Ferreira e Elisabete Penha Martinez.

Acervo Eurípedes Simões de Paula

Os visitantes tiveram a oportunidade de conhecer parte do acervo do CAPH, cuja documentação foi reunida ao longo dos seus 51 anos de existência, sendo constituída de documentos relativos à FFLCH e à própria USP.

Entre os destaques da exposição, pode-se citar o acervo pertencente ao professor Eurípedes Simões de Paula, um dos foi fundadores do CAPH, em 15 de março de 1966; que foi diretor da Faculdade por três vezes: de 1950 a 1958, de 1968 a 1972 e de 1974 a 1977; e nomeia o edifício onde está localizado o Centro e são realizadas as aulas dos cursos de Geografia e História.
 

acervo CAPH Eurípedes
Parte do acervo que era do professor Eurípedes Simões de Paula - Foto: Fábio Nakamura / FFLCH-USP


Ao ser questionada sobre a possibilidade de prorrogar o término da exposição, a diretora do Centro explicou que, infelizmente, não é possível e por isso a exibição foi pensada somente para as três primeiras semanas do ano letivo. Porque o espaço onde está instalada, no andar térreo do Salão de Estudos do CAPH, é muito utilizado pelos alunos como ambiente de estudos, colaborando para suprir parte da demanda por estes locais que a comunidade da Faculdade possui.
 

O nego na sociedade de castas
 

Durante a visita, a direção da FFLCH conversou também sobre formas de viabilizar orçamento para o Centro fazer recuperação do seu acervo. 

A exposição pôde ser vista até às 20h, do dia 6 de março, no Salão de Estudos do CAPH do Edifício Eurípedes Simões de Paula, conhecido como prédio de Geografia e História, na Av. Prof. Lineu Prestes, 338 - Cidade Universitária, São Paulo.

Mais informações pelo telefone: (11) 3091-3742, por e-mail: caph@usp.br.