Disseminação da Covid-19 na União Europeia é tema de seminário sobre pandemias

A apresentação do assunto é feita pela geógrafa Miriam Zaar, professora da Universidad de Barcelona
Por
Eliete Viana
Data de Publicação

 

 

professora Miriam
Miriam durante a sua participação no seminário, que foi realizado virtualmente - Foto: Reprodução YouTube 

 

Na terceira edição do seminário Pandemia: passado, presente e o futuro?, gravado em 20 de abril, a convidada foi geógrafa Miriam Zaar, professora da Universidad de Barcelona, Espanha, que aborda a dispersão geográfica do novo coronavírus (Covid-19) na União Europeia, na qual se encontram países onde há muitos casos de óbito, como Espanha e Itália, e onde o controle do avanço da doença foi maior, o caso da Alemanha.

O seminário tem o objetivo de expor diversos pontos de vista sobre a pandemia, ressaltando as implicações geográficas no âmbito da Geografia Política e demais áreas do conhecimento geográfico.

A docente iniciou sua fala destacando a questão geopolítica do momento atual “porque a pandemia está alimentando algumas tensões já existentes neste campo” entre os Estados Unidos e a China, que gerou a troca de acusações mútuas sobre a origem do vírus. Ela lembra que, no contexto da União Europeia – uma união econômica e política formada por 27 países europeus, criada em 1993 –, a Covid-19 também encontrou problemas geopolíticos, como a crise dos refugiados na Europa. 

Ela pontuou que tanto a Organização Mundial da Saúde (OMS) quanto a União Europeia tomaram decisões muito tardiamente sobre a doença. Na sequência, fez um cronograma sobre o avanço da Covid-19 e as decisões tomadas. Depois, comentou sobre os dados que são mostrados a respeito e que está gerando discussões. Porque, com a divulgação das informações, a tendência é comparar um país com o outro, mas cada um adota uma metodologia, computando somente os falecidos que fazem testes e muitas vezes não contando quem não consegue realizá-los e morre em casa, por exemplo.

Miriam possui graduação em Geografia pela Faculdade de Jandaia do Sul, especialização em Análise Ambiental (Geografia) pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), mestrado em Desenvolvimento Regional e Urbano (Geografia) pela Universidade Federal de Santa Catarina (U1996) e doutorado pela Universidad de Barcelona. Ela realiza pesquisa e atua nos seguintes temas: movimentos sociais e apropiação de espaços urbanos, agricultura familiar, economia solidária e agroecologia, organização e formação de redes alternativas, políticas agrarias. Ela também é coordenadora do Portal Geocrítica e diretora da revista Aracne da Universidad de Barcelona.

Semanal

Este seminário virtual é uma iniciativa do professor do Departamento de Geografia Wagner Costa Ribeiro, realizada através das disciplinas que ele ministra neste semestre na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP: Geografia Política e Geografia Regional do Brasil IV – Amazônia.

A ideia é realizar uma reunião semanal, às segundas-feiras, até o fim do distanciamento social, que está em vigor para evitar a expansão da pandemia do Covid-19. As reuniões serão gravadas e disponibilizadas no canal do Youtube e nas demais redes sociais da FFLCH.

A edição desta semana pode ser acessada pelo link: https://www.youtube.com/watch?v=IOlxLjpSJME&feature=youtu.be

A outras edições também podem ser conferidas na playlist criada para o seminário: https://www.youtube.com/watch?v=yc-N2ecwaFc&list=PL-A0PPdfxKsw4iooCGDwxsLhgX8uFxNpr 

Mais informações com o professor Wagner Costa Ribeiro: wribeiro@usp.br