Alunos da FFLCH preparam-se para intercâmbio de duplo diploma na Université Lumière Lyon 2

Nesta semana, a coordenadora pedagógica da universidade francesa esteve em São Paulo e passou orientações aos estudantes, que vão participar do primeiro programa nestes moldes firmado pela Unidade
Por
Eliete Viana
Data de Publicação


 

professora e alunas
As três alunas que estiveram presencialmente na reunião com a professora Conceição e, na tela, os dois alunos que participaram por videoconferência - Foto: Fábio Nakamura / STI-FFLCH  


A professora da Université Lumière Lyon 2 Maria da Conceição Coelho Ferreira reuniu-se na tarde de quarta-feira, dia 21 de agosto, com cinco alunos de graduação da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP que vão fazer intercâmbio durante um ano na universidade francesa, através do Programa de duplo diploma existente entre as duas instituições. 

Ao todo, são sete alunos do curso de Letras habilitação português/francês da FFLCH que irão realizar este intercâmbio. Inicialmente, como estava previsto no edital de seleção, seriam oferecidas só cinco vagas. Mas, como a coordenação do programa avaliou que outros dois estudantes também tinham excelência acadêmica para participar do intercâmbio, a Lyon 2 abriu mais duas vagas. 

Esta reunião teve o intuito de dar as boas-vindas da Lyon 2 e orientações aos estudantes da FFLCH, antes mesmo de chegarem à França, pois a professora Conceição – como é conhecida – , é a coordenadora pedagógica deste Programa na universidade francesa, além de responsável pela licenciatura em Português.

Antes deste encontro, os alunos já tiveram contato com a professora Conceição durante a terceira fase do processo de seleção – que foi de responsabilidade da instituição francesa, através de videoconferências.  Agora, a docente aproveitou que estaria de férias no Brasil, na qual passaria em São Paulo, para falar com os estudantes. 

Orientações e acolhimento

Durante a conversa, a professora deu orientações gerais sobre questões acadêmicas. “Lá em Lyon 2 temos mais provas do que trabalhos, se formos comparar com o cronograma das áreas de humanas daqui. O tratamento e o relacionamento entre professores e alunos é mais formal também, tanto pessoalmente quanto por e-mail, por exemplo”, avisou Conceição.

As questões burocráticas da estadia deles na França também foram respondidas, como em qual banco os alunos estrangeiros normalmente abrem uma conta corrente, procedimentos para requisição do transporte escolar e os valores dos pacotes de telefonia celular. 

“Qualquer dúvida ou problema na universidade ou com professores, podem me procurar. Porque, só posso resolver aquilo que eu tiver conhecimento”, ressaltou a professora Conceição. Ela, apesar de não ser responsável pela parte administrativa do programa, sempre coloca-se à disposição dos alunos estrangeiros, principalmente porque, como disse na reunião, sabe que “nem tudo são rosas [quando se está fora do seu país com uma língua diferente da sua], mas é como no Brasil, que também não é tudo perfeito”, frisou.

Conceição fala por ter experiência como estudante estrangeira em outro país, ela é de Minas Gerais e chegou na França há 29 anos, para estudar o idioma francês e permanece até hoje. Ela já era graduada em Letras e Pedagogia, e lá fez outra graduação em Letras Modernas, mestrado em Literatura Geral e Comparada e doutorado em Estudos Portugueses e Brasileiros, todos na Université Sorbonne Nouvelle - Paris 3. E, há 11 anos, é docente da Université Lumière Lyon 2.
 

apresentação sistema Lyon 2
Conceição também aproveitou a conversa para mostrar o sistema da Lyon 2, na qual os estudantes visualizam todas a sua vida acadêmica, que os discentes da FFLCH ainda não tem acesso - Foto: Fábio Nakamura / STI-FFLCH


Acompanhamento 

Antes dos alunos da FFLCH chegarem à França, a docente vai passar por e-mail mais informes para facilitar o acesso deles, como o local das aulas. Conceição combinou com os alunos de realizarem reuniões periódicas para acompanhar o intercâmbio deles. Além dos encontros presenciais, ela também pediu para escreverem pequenos relatos durante a estadia na França: um sobre os primeiros 15 dias no país, outro dos primeiros 15 dias de aula, e um mensalmente. Outra ideia foi criar um grupo por WhatsApp para informes pedagógicos e administrativos. 

Além de ter a oportunidade de estudar em outro país e receber um diploma francês, a docente brasileira destaca que um diferencial é “o enriquecimento pessoal e o humanismo do ensino que se tem na França. Pois, a gente sempre volta mais e melhor do que a gente foi”.

O período de aulas dos alunos da FFLCH na Lyon 2 começa dia 9 de setembro e termina em julho de 2020. A maior parte deles vai chegar à Lyon no final de agosto. Pois, antes das aulas, a instituição francesa realizará reuniões e um evento de recepção com os todos os intercambistas que estudarão na universidade neste período letivo. 

As três alunas que participaram presencialmente da reunião estão com muita expectativa para iniciar o intercâmbio, o que é comum antes de qualquer viagem. Elas comentaram que, além de ter a oportunidade de participar de um programa inédito, quiseram fazer parte deste intercâmbio por ele ter a duração de um ano, pois os outros oferecidos pela FFLCH, normalmente, são por um período de seis meses.

Programa

Este é o primeiro programa de duplo diploma na graduação que a Faculdade firmou. O convênio para a criação do programa de duplo diploma entre a FFLCH e a Université Lumière Lyon 2 foi assinado em julho de 2018. Mas, a parceria entre as duas instituições não é recente, a Faculdade e a universidade francesa mantêm convênio de mobilidade há mais de 10 anos.

O duplo diploma permite que o aluno da Faculdade tenha um diploma francês e o aluno de Lyon tenha um diploma da USP. A equivalência de disciplinas é automática, desde que o aluno tenha cumprido em sua totalidade o plano de estudos proposto pela instituição de ensino superior estrangeira.

A seleção dos alunos que vão realizar este intercâmbio foi feita no primeiro semestre. As inscrições ficaram abertas de 4 a 17 de abril. De 18 a 22, foi realizada a primeira fase do processo seletivo, a segunda etapa foi feita no dia 24 e a terceira e última etapa, de 25 a 29. O resultado final saiu no dia 30 de abril.